10 abril 2011

Especial Páscoa 2011

Seja por representar a ressurreição de Jesus Cristo, a chegada da primavera no hemisfério norte, ou mesmo a libertação dos hebreus do cativeiro no Egito, a Páscoa é considerada um dos principais feriados do nosso calendário.
Reservada 47 dias depois do Carnaval, ela acontece no último dia da Semana Santa e, este ano, ganha um atrativo extra: o dia de Tiradentes, em 21 de abril. O acréscimo da quinta-feira deixa a emenda do feriado com quatro dias (21 a 24 de abril) e pretende impulsionar ainda mais a busca por pacotes de viagens nacionais e internacionais ou mesmo a destinos com apelo religioso.
Mas quem resolve não enfrentar as estradas ou aeroportos lotados não perde nada. Os restaurantes prometem um cardápio especial para atender a todos os gostos. E, como não poderia faltar nessa época do ano, as fábricas de doces intensificam a produção de chocolate, com ovos suculentos, sabores dos mais inusitados e novidades que vão dar água na boca. Confira as atrações que o Guia da Semana separou para a Páscoa 2011.
ROTEIRO SACRO

Comer, rezar e passear

Diversas cidades do país atraem turistas por oferecerem destinos de apelo religioso - seja pelo contexto histórico do Brasil, seja pela presença de obras de arte sacras ou igrejas - e apresentam diversas opções de passeio.
A busca por destinos de viagem religiosos tem crescido no país. Segundo dados preliminares do que virá a ser o Mapa do Turismo Religioso, organizado pelo Governo Federal, já foram identificadas 344 cidades com calendário de eventos dentro do tema - a maior parte deles católicos. Na sequência, o Guia da Semana indica algumas opções de cidades onde, além de rezar, também é possível fazer outros tipos de passeio, tanto históricos quanto culturais.
Ouro Preto (MG)
Conhecer as cidades históricas mineiras é como viajar até o século18, no auge do Ciclo do Ouro. Em quase todas elas, como Congonhas, Tiradentes e Diamantina, se encontram lindos cenários naturais formados por serras, pedras, cachoeiras, rochedos e mirantes que, por si só, já valeriam a viagem.
Ouro Preto conta com o maior acervo homogêneo de arquitetura colonial do mundo. O município preserva seus monumentos e procura guardar em suas ruas e becos a personalidade urbana do século do ouro. Devido a essa opção, foi declarada Cidade Monumento Nacional por Decreto Federal, em 1933, e Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, em 1980.
Espalhados pelos diversos casarões da cidade estão os chamados Passos da Paixão de Cristo, nada mais do que pequenas capelas ou oratórios com alguma imagem ou peça religiosa, que servem de referência para as procissões que acontecem durante a Semana Santa. Nelas, os fiéis param para cantos litúrgicos ou orações.
Como chegar
O aeroporto mais próximo está localizado em Belo Horizonte, a 90 quilômetros da cidade. Por isso, o jeito é pegar a estrada, pela BR-040, sentido Rio de Janeiro. Após andar cerca de 20 km, deve-se entrar no trevo sentido Ouro Preto, pegando a Rodovia dos Inconfidentes, e seguir até a entrada da cidade, que também conta com um Terminal Rodoviário.
Onde Ficar
Hotel Mirante
Inclui: café da manhã, estacionamento e área de lazer (piscina, sauna e hidromassagem).
Preço: diária entre R$ 643,50 (apto. single ou duplo) e R$ 706,20 (apto. single ou duplo - luxo)
Endereço: Rua Pandiá Calogeras, 377 - Barra - Ouro Preto/MG
Contatos: (31) 3551-2773 / www.hotelmirante.com.br
Estalagem das Minas Gerais
Inclui: restaurante de nível internacional e estacionamento próprio. Também conta atividades esportivas, saunas seca e a vapor, sala de jogos, entre outros
Preço: diária entre R$ 276,00 (apto. standard duplo) e R$ 320,20 (chalé luxo)
Endereço: Rod. dos Inconfidentes Km 87 - Tripuí (a cinco quilômetros de Ouro Preto/MG)
Contatos: (31) 3551-2122 / http://www.sescmg.com.br/
Itanhaém (SP)
Itanhaém é uma das mais antigas cidades brasileiras. Fundada em 1532, com o nome de Nossa Senhora da Conceição de Itanhaém, a cidade possui diversos pontos turísticos históricos ou com viés religioso. Um exemplo é a Cama de Anchieta, localizada no costão da Praia dos Sonhos.
Trata-se de uma formação rochosa que, segundo a lenda, se tornou o local favorito do beato jesuíta José de Anchieta, famoso por ter catequizado diversos índios por todo o litoral paulista. Era lá que o jesuíta descansava e buscava inspiração para compor seus versos durante o período em que viveu na região, no século 16.
Para receber os visitantes, em 2006 foi construída uma passarela que vai da gruta Nossa Senhora de Lourdes (réplica da Gruta localizada na cidade de Lourdes, no Sul da França) até a área. Feita com ipê e materiais derivados do eucalipto ecológico, a ponte tem 220 metros de comprimento por 1,60 de largura.
Outros pontos interessantes de se visitar em Itanhaém são o Convento Nossa Senhora da Conceição e a Casa de Câmera e Cadeia, localizados no centro, além do Pocinho de Anchieta, na praia de Cibratel.
Como chegar
Itanhém situa-se a 109 quilômetros da capital paulista. Pessoas vindas de outros estados podem ir até São Paulo de avião. Partindo da capital, o acesso pode ser feito pela Rodovia Anchieta ou Rodovia dos Imigrantes, seguindo pela Rodovia Padre Manoel da Nóbrega. Outra possibilidade é utilizar a Rodovia Régis Bitencourt. Itanhaém também conta com uma rodoviária, que recebe diariamente ônibus que partem do Terminal Rodoviário do Jabaquara, em São Paulo (SP).
Onde ficar
Marina's Park Hotel
Inclui: café da manhã. Oferece ainda estacionamento e piscina, além de internet wireless. Localizado ao lado do centro histórico
Preço: diária de R$ 60,00 (apto. single) a R$ 100,00 (apto. duplo).
Endereço: Praça 22 de Abril, 38 - Centro - Itanhaém/SP
Contatos: (13) 3422-3222 / marinasparkhotel@terra.com.br
Rial Hotel
Inclui: café da manhã e opções de quartos com ou sem ar-condicionado. Possui estacionamento, piscina, wireless e lan house exclusiva para os hóspedes
Preço: diária de R$ 75,00 (apto. single) a R$ 185,00 (apto. quádruplo)
Endereço: Rua João Mariano Ferreira 164 - Centro - Itanhaém/SP
Contatos: (13) 3422-2411 / rialhotel@rialhotel.com.br
Hotel Atlântico
Inclui: café da manhã, estacionamento e internet. Opções de quartos com ar-condicionado e frigobar. Trata-se do primeiro hotel construído na cidade, em 1936
Preço (referente ao pacote de 21 a 24 de abril): diária de R$ 150,00 (apto. single, com banheiro coletivo) a R$ 267,00 (apto. luxo)
Endereço: Rua João Mariano Ferreira 164 - Centro - Itanhaém/SP
Contatos: (13) 3422-2411 / rialhotel@rialhotel.com.br
 Juazeiro do Norte (CE)
A cidade está localizada ao extremo sul do Estado do Ceará, no chamado Vale do Cariri, distante cerca de 560 quilômetros de Fortaleza. Um fato extraordinário, acontecido pela primeira vez no dia 1º de março de 1889, transformou a rotina do lugarejo e a vida do Padre Cícero Romão Batista para sempre.
Naquela data, ao participar de uma comunhão dada pelo Padre Cícero, uma beata muito piedosa, ao receber a hóstia consagrada, não pôde degluti-la, pois a mesma se transformou em sangue. O povo crédulo achou que se tratava de um novo derramamento do sangue de Jesus, sendo, portanto, um milagre. Começaram, então, as romarias, que não param de crescer.
A cidade possui diversos atrativos turísticos, sendo, por este motivo, muito visitada por romeiros e turistas do Brasil e do exterior, numa média anual superior a um milhão de visitantes, segundo dados da prefeitura da cidade. A rede hoteleira conta com hotéis confortáveis, além de dezenas de ranchos para hospedagem de romeiros.
Como chegar
Acesso a partir de Fortaleza. Chega-se a Juazeiro pela BR-116, passando pela Rodovia Federal 230 e 122, além das estradas estaduais CE-138, CE-371, CE-269 e CE-385. Também é possível ir de avião, com desembarque diretamente no aeroporto de Juazeiro do Norte.
Onde ficar
Panorama Hotel
Inclui: café da manhã, quartos com ar-condicionado, TV e frigobar. Também oferece restaurante, piscina e salão de jogos
Preço: diária entre R$ 140,00 (apto. single) e R$ 170,00 (apto. duplo)
Endereço: Rua Santo Agostinho, 58 - Centro - Juazeiro do Norte/CE
Contatos: (88) 3566-3150 / www.panoranahotel.com.br
San Felipe Hotel
Inclui: café da manhã, estacionamento e wireless. Possui quatro categorias de apartamentos, sendo que o mais simples não tem ar-condicionado e o mais completo conta com tv, ar-condicionado e frigobar
Preço: diária entre R$ 72,00 (apto. single) e R$ 90,00 (apto. duplo)
Endereço: Rua Floro Bartolomeu, 285 - Centro - Juazeiro do Norte/CE
Contatos: (88) 3511-7904 / http://www.sanfelipehotel.com.br/


 Nova Trento (SC)
Localizada a 75 quilômetros de Florianópolis, a cidade une o poder da fé com atrações naturais e uma vida particularmente tranquila. Possui cerca de 12 mil habitantes, a maior parte descendentes dos imigrantes trentinos que chegaram no ano de 1875. Atualmente, recebe cerca de 40 mil visitantes todos os meses.
Uma das principais atrações de Nova Trento é o Santuário de Santa Paulina, um parque ecológico onde é possível passear o dia todo, rezar e contemplar a natureza em flores, plantas, cachoeiras, animais, pássaros e belas trilhas. Fora dali, o município tem outras igrejas, capelas e monumentos, que também são visitados pelos peregrinos - como o Santuário Nossa Senhora do Bom Socorro e a Igreja Matriz de São Virgílio.
O Calvário é outra atração e fica no alto de um morro, com 15 capitéis formando a Via Sacra. Nova Trento ainda é conhecida pelas belezas naturais do Vale do Rio Tijucas, por vinhedos, trilhas e estradinhas sinuosas, além de inúmeros córregos, nascentes e cascatas, cenários perfeitos para a prática do ecoturismo e do turismo rural, que aos poucos despontam na região. Mas é da fé que a cidade faz o seu maior patrimônio.
Como chegar
Os meios de transporte mais utilizados para chegar a Nova Trento são ônibus e carros particulares. O embarque e desembarque de passageiros pode ser feito na Rodoviária Ângelo Maurici, localizada no centro da cidade. Uma das rodovias que integram Nova Trento a Malha Rodoviária Estadual é a Rodovia Gentil Batisti Archer (SC- 411), que liga a cidade a Brusque.
Onde ficar
Sítio Nona Lurdes Pousada e Restaurante
Inclui: café da manhã e almoço, além de estacionamento próprio. A hospedagem é feita em chalés
Preço: pacote para duas pessoas (de 21 a 24 de abril) R$ 570,00
Endereço: Estrada Geral Rio do Braço (Rio do Braço) - Nova Trento/SC.
Contatos: (48) 3265-2885 / www.sitiononalurdes.com.br
Pousada Aconchego
Inclui: café da manhã e quartos com televisão
Preço: R$ 70,00 (apto. duplo)
Endereço: Rua Santo Inácio, 508 - Centro - Nova Trento/SC
Contatos: (48) 3267-1178 / www.sitiononalurdes.com.br
* Disponibilidade sujeita a alterações sem aviso prévio.

ROTEIRO das SERRAS

Ar serrano
Em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, no Espírito Santo ou no Rio Grande do Sul é possível desfrutar o conforto e o aconchego do clima ameno das serras.
As hortênsias espalhadas por toda a cidade de Gramado encanta os visitantes


Destinos serranos no Brasil são grandes atrativos para passar o feriadão de Tiradentes e Páscoa, este ano, para quem adora as baixas temperaturas. Degustações de vinhos, visitações às fabricas de chocolates e refeições à base de sopas ou de foundue são atrações típicas da maioria das cidades serranas turísticas. Os locais atraem tanto visitantes que procuram pelo sossego como os que buscam por atividades esportivas e contato com a natureza. Veja as dicas de destinos do Guia da Semana!
Gramado e Canela - RS (quatro diárias)
Os brasileiros que quiserem sentir o rigor do inverno em território nacional podem seguir para a região das serras gaúchas. Situada próxima da capital Porto Alegre, Gramado é uma cidade muito atrativa, pois incorpora toda a magia da Páscoa com a realização do festival do chocolate, Chocofest, além das atrações da cidade, como o Lago Negro e o Mini Mundo. Canela também é muito conhecida por suas tentadoras fábricas de chocolates e pela natureza rica.
Saída: 21 de abril, de São Paulo
Inclui: passagens aéreas e hospedagem em Hotel Laghetto Premium em apartamento duplo, com café da manhã, e tour por Gramado e Canela, tour Uva e Vinho (com almoço) e tour Alemão, em Nova Petrópolis
Preço: R$ 1.868 por pessoa
Empresa: New Line Operadora
Telefone: 0800 606 2524
Campos do Jordão
 Campos do Jordão possui construções inspiradas na arquitetura européia


Bento Gonçalves - RS (cinco noites)

Adegas familiares e vinícolas de grande porte dividem o cenário da encantadora Bento Gonçalves. A arquitetura centenária, as araucárias e os belos parreirais dão um tom rudimentar aliado à modernidade do local, que oferece excelente infraestrutura aos turistas, como bons restaurantes, pousadas e hotéis. Dois passeios imperdíveis na cidade são a Maria Fumaça e o Caminho da Pedra.
Saída: 20 de abril, de Porto Alegre
Inclui: passagens aéreas e hospedagem no Dall´ Onder Grande Hotel em apartamento duplo, com café da manhã, e tour pela Imigração Italiana e pelo Vale do Rio das Antas
Preço: R$ 1.529 por pessoa
Empresa: TAM Viagens
Telefone: 0800 555 500

Petrópolis - RJ (cinco diárias)
A cidade chama atenção pela beleza e riqueza histórica. Foi residência do Império e, por isso, herdou uma arquitetura arrojada e sofisticada. Situada na Serra dos Órgãos, Petrópolis é muito procurada pelos amantes da natureza, que podem praticar esportes radicais, e pelos apreciadores do clima frio, que têm a opção de curtir o calor da lareira e tomar vinhos.
Saída: 20 de abril, de São Paulo
Inclui: passagens rodoviárias em ônibus especial com serviço de bordo, guia acompanhante e hospedagem no Windsor Guanabara Hotel em apartamento duplo, com café da manhã, e passeios pelos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro e Petrópolis
Preço: a partir de R$ 898 por pessoa
Empresa: CVC
Telefone: (11) 2191-8410

Campos do Jordão - SP (cinco diárias)
Quando a temperatura começa a cair, Campos do Jordão passa a ficar abarrotado de turistas que vão em busca de ar europeu que transcende na cidade. Além da badalação à noite, a cidade, situada na Serra da Mantiqueira, terá programação especial para o feriado de Tiradentes e Páscoa: apresentações culturais e visitação às fábricas de chocolate. As áreas de preservação ambiental, com trilhas, cachoeiras e picos altos, também são atrativos do local.
Saída: 17 de abril, de São Paulo
Inclui: passagens rodoviárias, traslados e hospedagem na Pousada Condado Brasileiro em apartamento duplo, com café da manhã, e passeios pelos principais pontos turísticos da cidade
Preço: a partir de R$ 898 por pessoa
Empresa: CVC
Telefone: (11) 2191-8410
Pousada O Montanhês
 Lareira e salas aconchegantes são algumas das atrações da Pousada O Montanhês, em Monte Verde

Monte Verde - MG (quatro diárias)

A cidade caracteriza-se pela combinação de clima frio e romântico com preservação ecológica e esportes de aventura. Muito visitada durante o inverno, Monte Verde conta com excelente infraestrutura, ampla rede hoteleira entre hotéis e pousadas; além de restaurantes que variam entre os estabelecimentos especializados na cozinha mineira aos que oferecem pratos típicos de inverno, como foundue.
Inclui: hospedagem na Pousada Ahavanoah em apartamento duplo, com café da manhã e sopas
Preço: a partir de R$ 2.990 para duas pessoas
Telefone: (35) 3438-2076
Gonçalves - ES (quatro diárias)
Adornada pelas araucárias, hortênsias e cachoeiras, Gonçalves é a típica cidade turística de inverno. Consegue fazer a fusão perfeita entre a montanha e o campo, o ecoturismo e o turismo rural. Devido à localização no topo de uma montanha - a 1750 metros de altitude -, da Serra da Mantiqueira, a temperatura da cidade chega a marcar -10°C no inverno e, às vezes, até neva.
Inclui: hospedagem na Pousada O Montanhês em apartamento duplo, com café da manhã
Preço: a partir de R$ 880 para duas pessoas
Telefone: (11) 3304-0215 ou (35) 9984-4761
*Preços sujeitos a alteração sem prévio aviso.
http://www.guiadasemana.com.br/Sao_Paulo/Passeios/Capa/Capa.aspx
















Nos caminhos do Alcorão

Mesquitas, palácios e pontos comerciais compõem peças do universo mulçumano no Brasil

Os afrescos caligráficos na parede e os arcos e ogivas da Mesquita Iman Ali, em Curitiba, representam fortes aspectos da arte mulçumana



 Os bordões e ensinamentos de Tio Ali, personagem de Stenio Garcia em O Clone, novela das oito em reexibição nas tardes da Rede Globo, provam e confirmam: o mundo islâmico está na mídia, na cozinha, nas palavras que saem diariamente das nossas bocas. Assim como na primeira exibição do folhetim, referências dessa cultura voltam a ganhar popularidade entre jovens, adultos e idosos. Exposições como Islã, que alcançou público superior a 10 mil pessoas no CCBB - Rio entre os meses de setembro e dezembro do ano passado e que agora chega à unidade de São Paulo da instituição, e Miragens, que estreia em 10 de fevereiro no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, mostram o valor das produções culturais ligadas ao universo do Crescente Fértil
Devido a força do cristianismo no panteão religioso brasileiro, muitos desconhecem a influência da fé em Alah na cultura brasileira e algumas de suas marcas em importantes cidades do país.
Mas, antes de mergulhar nesse universo, algumas dúvidas comuns precisam ser sanadas para ninguém sair falando besteira. A começar pela diferença entre religião e grupo étnico. Mulçumano (ou islâmico, ou islamita) é quem comunga da fé do Islã, religião fundada por Muhammad (ou Maomé) no século VI, no Oriente Médio. A região é o berço do povo árabe, atualmente dividido em 22 países. Eles comungam de hábitos e língua iguais e/ou bem próximos, mas não de todo idênticos. A religião principal é a mulçumana, mas há minorias árabes cristãs e israelitas.

Arte e fé


O fato de o Alcorão (livro sagrados dos mulçumanos) proibir desenhos e esculturas de Deus (identificado como Alah) e dos profetas e de também não recomendar a reprodução de nenhuma forma humana nem animal possibilitou o forte desenvolvimento das formas artísticas não-figurativas. "Desenhos geométricos, motivos florais, vegetais e a caligrafia ganharam um importante impulso graças ao Islamismo", explica Paulo Farah, professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH/USP).
Se a representação divina é condenada por medo da idolatria, a grandiosidade divina e religiosa é expressa na arquitetura. Abóbodas e arcos servem de sustento das edificações e também como demonstração de poder. Os motivos aparecem repetidas e intercaladas vezes nas paredes e portas de mesquitas, os templos dessa religião, bem como em casas, pátios, armas e tapeçarias. Outra marca das edificações mulçumanas é a presença de fontes d'água e árvores frutíferas em pátios internos, numa referência aos prazeres proporcionados pelo jardim do paraíso.

Uma edição do Corão com páginas douradas, obra do século XVII

Todos esses elementos fazem parte de Islã. A exposição traz mais de 300 obras datadas do século VIII ao início do XX, trazidas dos principais museus da Síria e do Irã, sejam peças históricas como afrescos de palácios até a renovação da arte caligráfica de Moafak Dib Hehel. Já a exposição Miragens, no Instituto Tomie Ohtake, foca a relação tradição-modernidade nas obras de 19 jovens artistas. 

O Islã no Brasil
Das areias do Oriente, a fé de Maomé se espalhou pela Europa a partir das rotas comerciais e veio a florescer na Península Ibérica entre os séculos XIII e XV, período conhecido como Conquista Árabe ou Moura (mulçumanos do Norte da África). "Essa troca foi tão grande que possibilitou forte disseminação de conteúdo na língua em formação na península. Palavras como arroz, xerife, xarope, alfaiate e café entraram para o vocabulário, fazendo do árabe a terceira língua constitutiva do português" revela o professor.
Ainda no Brasil Colônia, muitos islâmicos chegaram como cristãos convertidos, professando o catolicismo por imposição da Igreja à época. Outra leva migratória veio com os navios negreiros do Norte da África, região onde o Islã rapidamente se multiplicou. Os escravos mulçumanos se diferenciavam por serem um grupo coeso e com alta formação intelectual, o que levou muitas vezes ao questionamento da exploração senhorial e a motins. A Revolta dos Malês, sublevação que colocou os negros no comando de Salvador por dois dias em janeiro de 1835, é a expresão mais conhecida dessa história.
Fechando o circuito, a terceira leva começou no final do século XIX, impulsionada por Dom Pedro II. Mulçumanos de diversas nacionalidades, como libaneses e sírios, trouxeram comidas típicas como o kibe, a esfiha, a salada tabule e a sobremesa malabi, o hábito de contar e ouvir histórias das mil e uma noites e degustar charutos e narguiles.

Centros de comércio popular, como o Saara (foto), no Rio de Janeiro, e a 25 de março, em São Paulo, foram formados com o envolvimento das comunidades árabe e mulçumana



Atualmente, a comunidade mulçumana no Brasil conta com mais de 500 mil adeptos, que vão às mesquitas e musalas (pequenas salas de oração) para o exercício da fé e outras atividades. As maiores colônias estão nos estados de São Paulo e Paraná. Além das 25 mesquitas e mais de 50 musalas, as influências podem ser encontradas em prédios particulares nos centros das capitais, antigas zonas de comércio popular e construções com inspiração no estilo mourisco. Veja alguns locais destacados.

Rio de Janeiro
Mesquita do Rio de Janeiro
Gerenciada pela Sociedade Beneficente Muçulmana do Rio de Janeiro, a mesquita se encontra em reforma. O Salão de orações está funcionando normalmente, recebendo os fiéis para as orações das sextas-feiras.

Palácio de Manguinhos
Construído em 12 de dezembro de 1907, o prédio foi desenhado no estilo neomourisco para abrigar o então Instituto de Patologia Experimental de Manguinhos. A construção, projeto do arquiteto português Luis Morais, conta com quatro abóbodas que destacam a edificação na Avenida Brasil.
Saara
Centro de compras aberto nos primeiros anos de década de 30, sua primeira ocupação foi de comerciantes libaneses e sírios com comércios de roupas, tecidos, fumos, entre outras mercadorias. Outro grande mérito do centro comercial foi a popularização do kibe e da esfiha como lanches na região central da cidade.

São Paulo
25 de março
Um dos maiores centros de comércio popular da América Latina, com mais de 500 lojas. Sua ocupação data dos anos 20, com comércios da comunidade árabe. Aos poucos, foi ganhando espaço e atraindo lojistas de outras comunidades, mas sem perder a referência dos antigos mascates originários do Oriente Médio.

Mesquita do Brasil
Localizada na Avenida do Estado, no bairro do Cambuci, é a primeira mesquita construída na América Latina, em 1929. Sua arquitetura é inspirada nas mesquitas de Damasco.

Mesquita de Santo Amaro
A última mesquita inaugurada na cidade, em 1987.

Curitiba
Mesquita Imam Ali ibn Abi Tálib
Templo religioso da comunidade muçulmana de Curitiba, foi inaugurada em 1972. Erguida no característico estilo arquitetônico islâmico, possui uma cúpula central, ladeada por duas torres - denominadas "minaretes" (do árabe "manar", ou "torre"). Na parte inferior, conta com escritórios, biblioteca e anfiteatro. Na parte de trás, possui belo jardim.

Salvador
Igreja da Lapinha
Em 1972, a capela localizada no tradicional bairro da cidade foi instituída como Paróquia, com traços góticos e coloniais, em devoção a Nossa Senhora da Conceição da Lapa. A estética do seu interior lembra uma mesquita. São as influências mouras deixando marcas na Liberdade desde as revoltas dos escravos mulçumanos dos séculos XVIII e XIX.
Por: Bruno Cesar Dias
http://guiadasemana.com.br/Sao_Paulo/Passeios/Noticia/caminhos_islamicos.aspx?id=72255









 

QUER VIAJAR? Lugares e dicas Template by Ipietoon Cute Blog Design