26 setembro 2015

7 dicas para analisar se um pacote de viagens é bom

Antes de viajar, certifique-se de que roteiro e rede hoteleira estão à altura das expectativas

Pacotes de viagem possuem roteiros e hotéis pré-programados que são vendidos em conjuntos para um vasto número de pessoas. E é impossível que todos tenham os mesmos gostos.
Confira algumas dicas para não errar na hora de marcar as férias:
1- Preste atenção não só na agência de viagens, mas também na operadora do pacote. As agências comercializam pacotes, mas, em muitos casos, não são elas mesmas quem oferecem os serviços, mas uma operadora de viagens. Jaime Abraços, diretor da agência de viagens Marsans Brasil, uma das maiores do País, explica: “é a operadora quem organiza o pacote, que tem contatos com os hotéis e faz toda a operação local. É ela quem formata o produto para entregar aos agentes”. Por mais que você confie na agência vale conferir a idoneidade daqueles que acompanharão a viagem.
Desconfie de pacotes que oferecem muitos lugares em pouco tempo
2- Confira as distâncias entre as cidades inclusas no roteiro. 
Ninguém quer passar a viagem inteira só na estrada. Os trajetos têm que ser curtos para que se tenha tempo de curtir tudo o que o lugar oferece. “Existem muitos roteiros que dizem que você conhecerá várias cidades, mas na realidade você apenas passa por elas e não vê nada”, diz Dilcina Monteiro, consultora da operadora Polvani Tours. Ela ainda ressalva: “precisa tomar muito cuidado com esse tipo de roteiro. A distância entre cidades, para não ser muito desgastante, tem que ser de, no máximo, 450 quilômetros”.

3- Faça a adequação da quantidade de dias disponíveis com o destino. 
Só tem quatro dias de férias? Talvez Nova York não seja a melhor opção. Pode ficar um mês fora? Talvez seja a hora de fazer aquele sonhado tour europeu. Certas cidades exigem mais tempo do que outras para serem apreciadas. “Você não vai conhecer Paris profundamente em dois dias. Você vai ter uma fotografia da cidade nesse tempo, só vai sentir o ‘cheirinho’”, brinca Abraços. Quem nunca esteve na Europa, pode aproveitar pacotes que cubram diversos países para eleger os favoritos. Em outras oportunidades, pode ser o caso de escolher um lugar e dedicar boa parte do tempo apenas a ele.

4- Confira qual a categoria dos hotéis.
“Um dos aspectos mais frustrantes em uma viagem é quando a rede hoteleira não cumpre com as expectativas”, afirma Abraços. Segundo ele, se os hotéis mais caros não cabem no bolso, vale conferir entre os hotéis de categorias mais baixas, quais os que agradam. Outras vezes o problema, não é o dinheiro. “Tem gente que odeia ficar em resort”, cita Abraços, se referindo aos hotéis com tudo incluso.

5- Confira também a localização dos hotéis.
Alguns pacotes reservam hotéis de boas categorias porém afastados do centro. O que pode não valer a pena. “A economia que se faz no hotel se gasta em táxi, metrô... É melhor pagar um pouco mais e ficar numa região central, perto dos centros históricos, bares e restaurantes”, aconselha Dilcina.

Evite pacotes que ofereçam "tours panorâmicos". A ideia é conhecer o lugar, não apenas tirar fotos
6- Procure profissionais especializados no destino. 
Caso já saiba a cidade para onde quer ir, vale buscar agências e operadoras que possuam tradição com o lugar. A Polvani, por exemplo, está acostumada a lidar com a Itália. “Nosso escritório central é em Genova, na Itália”, explica Dilcina. Existem agências ou operadoras específicas para diversos destinos: Grécia, Austrália, Nordeste brasileiro, África do Sul... E há também escritórios que se especializam em turismo de aventura, ecoturismo, viagens para a terceira idade... Vale pesquisar.

7- Pesquise muito sobre o destino. 
Aproveite as facilidades da internet para fazer pesquisas profundas a respeito do lugar escolhido. “Se eu sou uma pessoa que não gosta de praia, não posso ir para o Caribe, se gosto de cultura, tenho que ir à Europa. Gosta de modernidade? Talvez deva ir a Nova York”, diz Abraços. Para evitar arrependimentos, procure deixar bem claro ao agente de viagens quais suas preferências e o que você busca com a viagem. “Sem estas informações, fica difícil oferecer qualquer tipo de viagem”, 
Por Rafael Bergamaschi , iG São Paulo

Documentos necessários para viajar com crianças

VIAGENS NACIONAIS


Com ambos os pais - Para viajar com os pais, crianças e adolescentes precisam portar a carteira de identidade ou a Certidão de Nascimento original para comprovação de parentesco.

Com apenas um dos pais - Não é necessário emitir uma autorização de viagem, somente a carteira de identidade ou a Certidão de Nascimento.

Com tutor ou parentes - Crianças viajando com avós, bisavós, irmão, tios ou sobrinhos maiores de 18 anos precisam portar documento original com foto que comprove o parentesco.

Menores viajando sozinho ou com outra pessoa sem parentesco - Crianças menores de 12 anos viajando com acompanhante sem parentesco precisam de autorização de viagem por escrito *, assinada pelo pai e pela mãe, com firma reconhecida em cartório. Adolescentes, de 12 a 18 anos, podem viajar sozinhos em território nacional.


VIAGENS INTERNACIONAIS


Com ambos os pais

Para viajar com os pais, menores de 18 anos precisam carregar passaporte ou, se for para os países da América do Sul, carteira de idade original. O novo passaporte brasileiro (azul) não tem informações de paternidade, portanto, é preciso apresentar o documento de identidade no check-in.


Com apenas um dos pais

Para crianças viajando somente com o pai ou com a mãe, o outro deverá autorizar por escrito*, com firma reconhecida em cartório por autenticidade, por semelhança ou por escritura pública. A regra vale mesmo se os pais estiverem indo para o mesmo destino, mas em voos diferentes. Caso uma das partes não puder dar a autorização, é preciso requerer a autorização judicial em uma Vara da Infância e da Juventude.


Viajando sozinho, com parentes ou terceiros maiores de 18 anos

Crianças e menores de 18 anos viajando sem os pais precisam de uma autorização de viagem por escrito*, assinada por ambos os pais, com firma reconhecida em cartório. Caso uma das partes não puder dar a autorização, é preciso requerer a autorização judicial em uma Vara da Infância e da Juventude.


HOSPEDAGEM EM HOTEL


De acordo com normas do Estatuto da Criança e do Adolescente, é proibida a hospedagem de crianças e adolescentes em um hotel sem a autorização ou acompanhamento dos pais, e documento de identidade ou certidão de nascimento que comprove o parentesco.

* Modelo da autorização de viagem pode ser obtido no site do Tribunal de Justiça de São Paulo

Visto

Devido às frequentes alterações na exigência de visto de turista por governos estrangeiros, recomenda-se sempre consultar diretamente só consulados ou setores consulares das embaixadas dos países de destino sobre a necessidade de visto de turista para brasileiros. 

Atenção: dependendo da rota de voo, você pode precisar de visto para fazer conexões em alguns países. 

Vale lembrar que para conseguir o visto ou entrar em alguns países é necessário apresentar o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP). O documento pode ser emitido por unidades de Sistema Único de Saúde (como postos de saúde e hospitais) e pelos Centros de Orientação de Viajantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) situados em portos, aeroportos e fronteiras. 

América do Norte 
DESTINOEXIGE VISTO?
CanadáSim
Estados UnidosSim
MéxicoNão

Europa 
DESTINOEXIGE VISTO?
União Européia*Não
CroáciaNão
IslândiaNão
NoruegaNão
SuiçaNão
RússiaNão
* Atualmente nenhum dos países membros da União Européia exige visto de mturistas brasileiros. Depois de ter seu passaporte carimbado no país de entrada, você pode transitar pelos demais por um prazo de 90 dias (renováveis por mais 90). 

Países membros da União Européia: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finalândia, França, Grã-Bretanha, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Polônia, Portugal, República Tcheca, Romênia e Suécia.


Ásia 
DESTINOEXIGE VISTO?
CambojaSim
China*Sim
ÍndiaSim
IndonésiaNão
JapãoSim
TailândiaNão

 

QUER VIAJAR? Lugares e dicas Template by Ipietoon Cute Blog Design