28 dezembro 2010

Réveillon Internacional - Confira destinos tops ao redor do mundo com pacotes disponíveis para brindar a virada do ano em grande estilo

A contagem regressiva para 2011 já começou! E se você pensa em abrir o champanhe do Ano Novo em algum dos famosos cartões-postais do exterior, a notícia é boa: as agências de viagens ainda possuem pacotes para celebrar a virada nos principais destinos gringos.


Orlando (Flórida)
O mundo mágico da Disney reserva um Réveillon emocionante tanto para as crianças quanto para os adultos. Os grandes parques preparam festas especiais, com verdadeiros espetáculos de luzes no céu. A experiência é única e encantadora, mas prepare-se, a cidade fica lotada nessa época do ano.

9 noites
Saída: 29 de dezembro, São Paulo.
Inclui: Passagens aéreas da Delta Airlines, hospedagem em apartamento duplo no Rosen Centre Hotel, com café da manhã, seguro de viagem, ingressos para quatro parques da Disney, dois parques Universal, Sea World, tour de compras, um jantar no Planet Hollywood e guia.
Preço: A partir de US$ 3.508,00 por pessoa.*
CVC: (11) 2191-8410.

12 noites
Saída: 29 de dezembro, São Paulo ou Rio de Janeiro.
Inclui: Passagens aéreas da TAM, hospedagem em apartamento duplo no Courtyard by Marriott Lake Buena Vista, com café da manhã e jantar na noite do Réveillon, ingressos para oito parques, com direito a duas repetições, tour de compras, visita a City Walk e Downtown Disney.
Preço: A partir de US$ 4.046,00 por pessoa.
Stella Barros: (11) 2166-2222


Paris (França)
A cidade-luz fica ainda mais charmosa na virada do anos, já que todos os seus belíssimos cartões postais são iluminados especialmente para a data. A celebração nas ruas ao redor da Torre Eiffel reúne turistas do mundo inteiro, mas não espere queimas de fogos, a prática é proibida na capital francesa, por questões de segurança. Hotéis, bares e restaurantes são responsáveis pelas luxuosas festas reservadas.

6 noites
Saída: 30 de dezembro, São Paulo.
Inclui: Passagens aéreas da Air France, hospedagem em apartamento duplo no Hotel Ibis Paris La Villete, com café da manhã e seguro de viagem.
Preço: A partir de US$ 1.848,00 por pessoa.
CVC: (11) 2191-8410.

Milão (Itália)
Capital da moda e do design, Milão é um oásis também para os amantes das artes, cultura e gastronomia. Na virada do ano, geralmente há concertos musicais nas praças e as mais famosas boates reúnem um público seleto, que deseja curtir a noitada em grande estilo italiano.

5 noites
Saída: 30 de dezembro, São Paulo.
Inclui: Passagens aéreas da TAM, hospedagem em apartamento duplo no Hotel Cristallo Milna, com café da manhã e seguro de viagem.
Preço: A partir de US$ 2.016,50.
TAM Viagens: (11) 3274-1313

Buenos Aires (Argentina)
O destino portenho já é queridinho dos brasileiros



O Réveillon em Buenos Aires é sempre uma opção boa, barata e ideal para quem tem poucos dias de férias. Não é a toa que a capital portenha fica inundada de brasileiros nessa época do ano. Uma dica de ouro é desfrutar uma belíssima ceia em um dos sofisticados restaurantes de Puerto Madero e assistir à queima de fogos, com vista para os diques do Rio da Plata.


6 noites
Saída: 26 dezembro, São Paulo.
Inclui: Passagens aéreas da TAM, hospedagem em apartamento duplo no NH Lancaster, com café da manhã, city tour e seguro de viagem.
Preço: A partir de US$ 2.234,00 por pessoa.
TAM Viagens: (11) 3274-1313

3 noites
Saída: 29 de dezembro, São Paulo.
Inclui: Passagens aéreas da Aerolineas Argentina, hospedagem em apartamento duplo no Hotel Aspen Suítes, com café da manhã, city tour e seguro de viagem.
Preço: A partir de US$ 720,00 por pessoa.
Stella Barros: (11) 2166-2222

Santiago (Chile)

Com uma visão abençoada da Cordilheira dos Andes e um dos melhores vinhos do mundo, a pequena capital chilena reserva uma deliciosa virada de ano para os casais enamorados. O agito acontece nos parques, onde há estouro de fogos e, na maioria das vezes, muita música ao vivo.

4 noites
Saída: 30 de dezembro, São Paulo.
Inclui: Passagens aéreas da TAM, hospedagem e apartamento duplo no Grand Hyatt Regency, com café da manhã e seguro de viagem.
Preço: A partir de US$ 1.342,00 por pessoa.
* Preços sujeitos a alterações.
http://www.guiadasemana.com.br/Rio_de_Janeiro/Viagem/Noticia/Reveillon_Internacional.aspx?ID=69330
por: Marjorie Ribeiro


 

Passeio no Zoológico

Conhecer melhor os hábitos dos animais ou fazer um piquenique em família são algumas atividades que encontram espaço nos zoos do Rio


Mesmo morando em grandes capitais, é possível um contato maior com a natureza em meio a áreas verdes onde as crianças podem ver de perto animais que muitas só conhecem pela televisão. Para isso, os dias claros e quentes das férias de verão são ideais para um passeio em família pelos zoológicos da capital e de Niterói. Elefante, leão, macaco, pássaros de diversos tipos e tamanhos e cobras são algumas espécies encontradas.

Jardim Zoológico do Rio de Janeiro - RioZoo (foto)

Inaugurado em março de 1945, o zoológico mais antigo do Brasil abriga cerca de 500 mamíferos, 900 répteis e mais de mil aves. Na Casa Noturna, os visitantes observam animais que costumam executar suas atividades depois do pôr-do-sol, como morcegos e corujas, enquanto a Passarela da Fauna oferece uma visão privilegiada de capivaras, emas, tartarugas e aves marinhas.

Endereço: Parque Quinta da Boa Vista, s/nº - São Cristóvão
Telefone: (21) 3878-4200
Horário de visitação: Terça a domingo, 9h às 16h30
Preço: R$ 6,00

Jardim Zoológico de Niterói

Também conhecido como Fundação Zoonit, ocupa dez mil metros quadrados, onde estão mais de 480 animais. O local ainda desenvolve projetos como o Espaço Mata Atlântica e o Projeto V.O.A.R., ambos de recuperação de animais debilitados para devolução das espécies ao habitat natural.

Endereço: Alameda São Boa Ventura, 770 - Fonseca
Telefone: (21) 2721-7069
Horário de visitação: Diariamente, 8h30 às 16h30
Preço: R$ 5,00
Foto: Divulgação



09 setembro 2010

Fotógrafo capta imagens em alta resolução de ovos de insetos

Martin Oeggerli usou microscópio especial para fazer imagens publicadas na 'National Geographic'.

Um fotógrafo registrou imagens impressionantes de ovos de insetos que são depositados sobre diferentes superfícies.O fotógrafo suíço Martin Oeggerli usou um equipamento conhecido como microscópio eletrônico de varredura (SEM), que produz imagens em alta resolução de superfícies.As imagens são geradas em preto e branco, mas Oeggerli coloriu as fotos usando as imagens originais de cada superfície.
As fotos foram produzidas em conjunto com o instituto Prüftechnik Uri e a escola de ciências aplicadas FHNW, ambos na Suíça.
As imagens foram tema de reportagem da edição de setembro da revista National Geographic, que traz oito fotos em alta definição de ovos de borboletas e percevejos.
Este ovo é de uma borboleta azul do gênero morpho, uma das maiores do mundo, com asas de até 20 cm. As manchas vermelhas indicam o começo da fertilização (Foto: ©Martin Oeggerli/National Geographic )

Um fotógrafo registrou imagens impressionantes de ovos de insetos. Protegida em uma planta, o ovo da borboleta Flambeau escapa das formigas (Foto: ©Martin Oeggerli/National Geographic)

Predadores são atraídos pelo tom alaranjado do ovo da borboleta Heliconius charithonia, sem perceber que ele contém várias substâncias venenosas (Foto: ©Martin Oeggerli/National Geographic)




07 setembro 2010

Cidade na Bahia adota toque de recolher para evitar evasão escolar

Estudantes são proibidos de ficar em lan houses na hora da aula.

Pais de quem falta demais podem levar multa de até 20 salários mínimos.

Dois “toques” determinados pelo juiz da Infância e Juventude da comarca de Santo Estêvão, perto de Feira de Santana, na Bahia, procuram diminuir a evasão escolar e acabar com a violência entre jovens da região. As regras valem também nas cidades baianas de Antônio Cardoso e Ipecaetá.

O “toque de estudos e disciplina” funciona há quatro meses. Pela portaria do juiz José de Souza Brandão Netto, os pais são responsabilizados pela evasão escolar dos filhos. Após a determinação, cerca de 300 pais já foram convocados a dar explicações ao juiz.
Além de terem de dar explicações se faltarem em excesso, os estudantes são proibidos também de usar celular e walkman durante a aula e de frequentar lan houses no horário em que deveriam estar na escola. A fiscalização é feita por agentes do Juizado de Menores.
Os índices de evasão escolar em Santo Estêvão são de 25% no período diurno e de 20% no período noturno de aulas, de acordo com o magistrado.

Os pais são obrigados ainda a matricular os filhos a partir dos 4 anos nas escolas. Segundo Brandão Netto, há vagas para todas as crianças. Quem não põe o filho na escola pode até ser preso.
Em uma audiência pública com 250 pais de estudantes de uma escola estadual da cidade, a mãe de uma jovem disse ao juiz que a filha, de 16 anos, deixou a escola para trabalhar como empregada doméstica de uma professora dela. O caso foi encaminhado para investigação do Ministério Público. A diretora nega que a professora seja da escola onde a adolescente está matriculada.

Além do toque de estudos, a cidade tem, desde o ano passado, um toque de recolher para crianças e adolescentes. A determinação foi batizada de “toque de acolher” pelo juiz. Pela determinação, estudantes de 12 anos só ficam fora de casa sem os pais ou responsáveis até as 20h30. Os adolescentes até 15 anos podem sair até as 22h e os de 16 anos têm o limite das 23h.

De acordo com Brandão Netto, o trabalho é feito em parceria com o juiz da Vara da Infância e Juventude de Fernandópolis, no interior de São Paulo, Evandro Pelarin, que determinou que os adolescentes encontrados na rua no horário de aula devem ser levados de volta para o estabelecimento de ensino.

As medidas já surtiram efeitos, segundo Brandão Netto. Aumentou o número de matriculados nas escolas e caíram os índices de violência entre menores de idade. "Os casos de violência entre jovens caíram 71% nas médias mensais", disse o juiz. Segundo o magistrado, desde julho de 2009 não são registradas apreensões de drogas nas escolas. Os agentes do Juizado de Menores também fazem a fiscalização. "Há envolvimento da comunidade, dos pais, que fiscalizam os filhos", disse.
De acordo com o juiz, um abaixo-assinado com 25 mil assinaturas pede a implantação das medidas em outras 18 cidades do estado.
Fernanda Nogueira

Do G1, em São Paulo

04 julho 2010

Campanha de doação de medula

Do RJTV

Veja onde se cadastrar para participar.
Doador deve ter boa saúde e de 18 a 55 anos de idade

O HemoRio faz uma nova campanha para cadastrar doadores de medula na faculdade de medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É preciso ter entre 18 e 55 anos e boa saúde, independentemente do peso.

A doação de medula, segundo o HemoRio, pode ter feita durante a retirada de sangue, procedimento que dura dez minutos. O voluntário só precisa doar mais 4ml de sangue para a captação da medula óssea.

Já o transplante pode levar cerca de 40 minutos, se for feito pelo braço ou um pouco menos, se for pela bacia. Embora não seja necessário agendar a doação, o HemoRio pede para que os interessados entrem em contato anteriormente para que possam assistir um filme de 15 minutos sobre o assunto e tirar dúvidas com os médicos.

O cadastramento para a doação de medula pode ser feito no HemoRio, na Rua Frei Caneca 8, no Centro do Rio, que funciona das 7h às 18h diariamente. É possível obter informações pelo telefone 0800-282-0708 ou 2332-8611.

O Instituto do Câncer (Inca) também recebe doações na Praça da Cruz Vermelha 23, no 2° andar, no Centro, que funciona das 7h30 às 14h30 de segunda a sexta, e das 8h ao meio-dia aos sábados. O telefone é o 2506-6064. O voluntário só precisa retirar 4 ml de sangue.



Informativo do HemoRio:

Cadastramento em outros estados:

03 julho 2010

Israelita cria batatas resistentes ao calor do deserto

Cientista também desenvolveu batatas que podem ser irrigadas com água salgadapor
 Redação Galileu
Agricultores palestinos colhendo batatas em Gaza (Foto de Abed Rahim Khatib/Israel21c)

Após mais de 30 anos pesquisando a fisiologia das batatas, o professor David Levy, da Faculdade de Agricultura, Comida e Meio Ambiente, da Universidade de Hebrew, em Jerusalém, desenvolveu uma nova variedade do vegetal capaz de crescer em climas quentes e secos. E também linhagens que podem ser irrigadas com água de fonte salina.

Para o Oriente Médio, onde grande parte do ambiente é desértico e as temperaturas podem chegar a 50°C, a pesquisa é bastante significativa. A batata, original de climas temperados da América, agora pode ser cultivada para consumo interno e exportação para Europa e Estados Unidos.

O processo de irrigação com água salgada foi desenvolvido porque, além do calor escaldante, a região também sofre da escassez de recursos hídricos. O pesquisador conta, em entrevista ao site Israel21c.org, que especialistas procuram novas fontes de água em aqüíferos salinos. Por isso, as novas batatas são importantes para a da agricultura local.

Mas irrigação com água salgada pode causar estresse a diversas plantas. A equipe de Levy estava pesquisando os benefícios de uma bactéria contra o estresse e outras doenças das batatas. O resultado foi que todas as plantas que tiveram a bactéria introduzida sobreviveram às condições adversas, as comuns morreram.

Depois de desenvolver a técnica, o pesquisador compartilhou com cientistas de outros países de clima semelhante: Marroscos, Jordânia, Egito e Líbano. Confira o vídeo para conhecer a plantação da equipe de Levy e algumas das batatas criadas.

20 junho 2010

3D pode fazer mal à visão?

Efeitos dos filmes 3D nos olhos são pesquisados; saiba o que pode causar mal-estar
por Mariana Lucena
Chip Somodevilla/Getty Images/AFP


Espectadores vão ao cinema na espera de curtir um bom filme com uma infinidade de imagens saltando da tela. Mas, no lugar da satisfação que isso deveria causar, alguns sentem uma tremenda dor de cabeça e náuseas insuportáveis. Já aconteceu com você? Não se preocupe, várias pessoas já passaram pelo mesmo problema. O elevado número de pessoas reclamando de incômodos deste tipo tem feito alguns pesquisadores começarem a investigar os efeitos dos filmes 3D na visão.

Mas por que, afinal, há o incômodo relacionado às imagens em 3D? Ao olhar uma imagem em três dimensões na tela do cinema, o que você vê, na verdade, são duas imagens um pouco deslocadas horizontalmente uma da outra - o filtro nas lentes dos óculos faz com que cada olho capte uma delas. O cérebro une essas duas imagens em uma só, gerando a noção de profundidade. O mecanismo é o mesmo no dia a dia: os olhos se movimentam dentro da cavidade ocular. Eles vão um pouco para dentro ou para fora e as retinas se adaptam para que a mesma imagem esteja no centro. A isso chamamos de convergência - é esse o processo que nos dá a noção de profundidade.

A diferença entre a tela do cinema e a vida real, é que, quando observam objetos reais, seus olhos também se acomodam a uma diferença de foco, já que as imagens estão de fato a distâncias diferentes. No 3D essa distância é falsa - os objetos estão todos no mesmo plano, na tela. Por isso, pesquisadores acreditam que algumas pessoas podem ter problemas de ajustamento entre a acomodação e a convergência dos olhos.

“Os espectadores têm de focar a uma distância (aquela entre a tela e os olhos), mas convergir a outra (aquela em que os objetos 3D parecem estar). Isso deve ser a causa do desconforto. No 3D, a ligação natural entre convergência e acomodação está quebrada”, disse à Technology Review o professor optometria da Universidade da Califórnia, Martin Banks. Ele e sua equipe trabalham no desenvolvimento de um equipamento capaz de resolver esse problema. Esperam restaurar a defasagem com uma lente diante dos olhos que focaria os objetos da tela antes deles chegarem à retina.

Sobre a possibilidade de danos permanentes, o oftamologista e professor da Unifesp Augusto Paranhos tranquiliza. “A rigor, não existe nenhum distúrbio definitivo por assistir 3D demais. O que existe é um mal-estar momentâneo, que vai levar a pessoa a se sentir indisposta e parar de assistir”, diz. O desconforto, em sua opinião, funcionaria como uma espécie de proteção contra danos. “Não acredito que alguém vá continuar insistindo em algo que cause náuseas e dores de cabeça. A pessoa vai se sentir mal e parar de assistir 3D. O próprio mal-estar acaba limitando as conseqüências”.

Paranhos cita outras três situações em que o mal estar pode ocorrer e alguns passos que você deve seguir antes de se preocupar.

1) Se você estiver mal posicionado no cinema (ou diante do televisor), as imagens chegam aos seus olhos em um ângulo desfavorável. Troque de lugar.

2) Se você mudar de lugar e não adiantar, existe a possibilidade de o 3D ser mal feito. As imagens relativas ao olho esquerdo e ao olho direito devem estar levemente deslocadas horizontalmente uma da outra. Se houver qualquer tipo de desvio vertical, por menor que seja, seus olhos terão dificuldades de adaptação e você se sentirá mal. Desista do filme.

3) Se todo filme que assiste causar-lhe mal estar, talvez você tenha um probleminha de convergência nos olhos. Somente neste caso é preciso procurar um oftalmologista.

01 junho 2010

Imprima o guia da reforma ortográfica

G1 já adotou as novas regras, que valem desde 1º de janeiro.

Sugestão: cole o guia na agenda ou deixe-o ao lado do computador.

Do G1, em São Paulo

Imprima esta página ou, se preferir, baixe aqui o guia para impressão (o arquivo está em pdf e ocupa uma página no formato A4).
http://download.globo.com/vestibular/Guia_rapido_do_G1_sobre_o_acordoOrtografico.pdf

No dia 12 de janeiro, a Academia Brasileira de Letras (ABL) divulgou novas definições sobre o uso do hífen. Veja o arquivo aqui  http://download.globo.com/vestibular/ReformaOrtografica_ajustes1edicao_dicionario.pdf
  (ele está em pdf)
Fonte: professor Sérgio Nogueira

As novas regras ortográficas estão valendo desde o dia 1º de janeiro de 2009. De acordo com o decreto assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, até 2012 valem as duas formas de escrever: a antiga e a nova. No Ano Novo começa o chamado “período de transição”. Portugal, que também aprovou o acordo ortográfico, adotará as novas regras até 2014.


O guia acima traz as mudanças que já estão definidas. Ainda há exceções - por exemplo, no uso do hífen - que deverão ser discutidas entre as Academias de Letras dos países que falam a língua portuguesa. Espera-se que a Academia Brasileira de Letras organize um vocabulário até fevereiro de 2009.

Vale lembrar que o que muda é a grafia. Ou seja, nada de pronunciar “lin-gui-ça”. A fala continua a mesma, mesmo sem os dois pontinhos em cima do “u”.

30 maio 2010

Para proteger bacalhau, Canadá estuda matar 220 mil focas em 5 anos

Meta é evitar que mamíferos comam o peixe, valioso à indústria pesqueira. Alternativa é esterilizar fêmeas; ambas ações custarão até US$ 35 milhões.

As autoridades canadenses avaliam a possibilidade de matar 220 mil focas cinzentas ou esterilizar 16 mil fêmeas num período de cinco anos, na ilha Sable Island, costa leste, para proteger a pesca do bacalhau, segundo documento oficial divulgado nesta sexta-feira (28).

Segundo o texto, o Ministério de Pesca e Oceanos do Canadá estima que 300 mil focas cinzentas que vivem na região dizimam as populações de bacalhau.

A iniciativa foi criticada por Mark Butler, do Centro de Ação Ecológica de Halifax, para quem essa não é uma solução de longo prazo.

Caçador de focas canadense em ação na abertura da temporada de caça comercial 2010, em Newfoundland (Foto: International Fund For Animal Welfare / AFP 8-4-2010)"Se começarmos a matar focas para proteger o bacalhau, o morticínio deverá continuar durante séculos porque seus predadores naturais [como os tubarões] já foram dizimados. É um círculo vicioso", disse.

A Sable Island é considerada um paraíso das espécies. Segundo o informe, 80% das focas da região reproduzem lá e convivem com 400 cavalos selvagens e mais de 300 tipos de aves dentro de um ecossistema fragilizado.

Tanto a matança quanto a esterilização, decisões ainda não tomadas pelo governo; custariam entre US$ 20 milhões e US$ 35 milhões, exigindo o envio de veículos, combustível e trabalhadores.
G1.globo.com

Túmulo com mais de 3.000 anos é descoberto próximo à capital do Egito

Monumento foi descoberto na área da necrópole de Saqqara. Buscas prosseguem na tentativa de achar múmia de chefe militar e esposa.

Do G1, com agências internacionais

Arqueólogos egípcios descobriram próximo ao Cairo um grande túmulo com mais de 3.000 anos e pertencente a uma alta autoridade da era faraônica.

O túmulo de Betah Mes, que foi chefe militar, escriba real, chefe do tesouro e administrador dos celeiros reais, pertence à 19ª dinastia, que reinou no Egito entre 1.320 e 1.200 antes de Cristo, especialmente com o lendário Ramsés II.

O túmulo, de 70 metros de extensão, foi descoberto no sítio da necrópole de Saqqara, sul do Cairo. Ele estava escondido sob as areias do deserto desde 1885, quando saqueadores furtaram alguns de seus murais.

Hieróglifos do túmulo são vistos em foto não datada
 divulgada pelo
Conselho Supremo de Antiguidades do Egito. (Foto: AP)

Os arqueólogos descobriram baixos-relevos que representam oferendas às divindidades e o falecido e sua família orando ao deus Amon.


A busca prossegue na câmara principal do túmulo, onde os arqueólogos esperam esperar a achar a múmia de Mes e talvez de sua mulher.
http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/

21 maio 2010

5 pandemias históricas que atingiram o mundo

A notícia mais divulgada  foi o surgimento da gripe suína. Em virtude da proliferação da doença, 
 OMS (Organização Mundial de Saúde) elevou o alerta de pandemia para o segundo nível mais alto. Entretanto, infelizmente, esta não é a primeira ocorrência da História. O blog Neatorama listou outros casos de pandemia, que dizimaram várias pessoas no mundo.



1. A peste peloponesa
A primeira pandemia da História foi descrita por Tucídides. Em 430 aC, durante a guerra do Peloponeso entre Atenas e Esparta, o historiador grego disse que uma grande peste havia dizimado cerca de 30.000 cidadãos de Atenas (aproximadamente um terço de todos os atenienses morreram).

Tucídides descreveu a doença: “Pessoas em boas condições de saúde eram subitamente atacadas por violentas dores de cabeça, vermelhidão e inflamação nos olhos. As partes internas, como a garganta ou língua acabaram sangrando e exalando um odor fora do normal.” Depois disso, vinha tosse, diarréia, espasmos e úlceras cutâneas. Várias pessoas sobreviveram, mas muitas delas sem os dedos, cegos e até sem os órgão genitais.





2. A peste de Antonine

Em 165 dC, o médico grego Galeno descreveu uma antiga pandemia, cujos sintomas vitimaram Marcus Aurelius Antoninus, um dos imperadores romanos. A doença chegou a matar cerca de 5.000 pessoas por dia em Roma.

3. A peste de Justiniano
Em 541-542 dC, uma doença mortal atingiu o Império Bizantino. No auge da infecção, a doença, que ficou conhecida como Peste de Justiniano, matou cerca de 10.000 pessoas em Constantinopla. A doença foi causada pela bactéria Yersinia Pestis, transmitida ao ser humano através das pulgas dos ratos-pretos. Sem lugares disponíveis para enterrar as vítimas, os corpos eram empilhados em espaços abertos.

Até o fim do surto, quase metade dos habitantes da cidade estavam mortos. Historiadores acreditam que o surto dizimou um quarto da população na região Leste do Mediterrâneo.

Este surto, o primeiro de peste bubônica registrado na história humana, marcou o primeiro de muitos focos de peste.
4. A peste negra
Depois da praga de Justiniano, houve muitos outros casos esporádicos de peste, mas nenhum tão grave como a Peste Negra do século XIV.

Embora ninguém saiba ao certo onde a doença surgiu (inicialmente pensou-se que os comerciantes e soldados a desenvolveram ao longo das rotas comerciais), a Peste Negra parece ter surgido na Europa. Aproximadamente 25 milhões de pessoas, ou um quarto da população, acabaram morrendo.

É interessante notar que a Peste Negra efetivamente veio de três formas: a bubônica, pneumônica e a septicêmica. A primeira, a peste bubônica, foi a mais comum. A doença causa febre alta, mal estar e bubos, que são protuberâncias azuladas na pele. As bactérias invadem a corrente sanguínea, causando a peste septicêmica.

No caso da pneumônica, as bactérias são transmitidas de pessoa a pessoa através da tosse. Caso não sejam tratadas com antibióticos nas primeiras 24 horas, quase 100% das pessoas acabam morrendo em 2 a 4 dias.

A última forma, a septicêmica, ocorre quando as bactérias entram no sangue a partir do sistema linfático ou respiratório. Os pacientes com praga septicêmica desenvolvem gangrenas nos dedos das mãos e pés, deixando a pele negra. Embora rara, esta forma da doença é quase sempre fatal – muitas vezes matando a vítima no mesmo dia em que os sintomas aparecem.



5. A gripe espanhola
Em março de 1918, o vírus influenza acabou espalhando-se por quase todo o mundo, atingindo cerca de 1 bilhão de pessoas. É talvez a mais letal epidemia da história da humanidade, vitimando fatalmente entre 20 e 100 milhões de pessoas.

A Gripe Espanhola na verdade não nasceu na Espanha. O nome surgiu na I Guerra Mundial, porque a Espanha não estava conseguindo evoluir na guerra.


08 maio 2010



18 abril 2010

DATAS COMEMORATIVAS

Dia 18 de abril - Dia Nacional do Livro infantil
Dia 18 de abril - Dia de Monteiro Lobato
Dia 19 de abril - Dia do Índio
Dia 21 de abril - Dia de Tiradentes
Dia 22 de abril - Dia do Descobrimento do Brasil

16 abril 2010

No dia 19 de Abril é comemorado o dia do Índio no Brasil.
A data foi criada pelo presidente Getúlio Vargas em 1943.



Origem do Dia do Índio

O dia 19 de abril é lembrado como dia do Índio, devido a um acontecimento ocorrido em 1949 no México, no qual diversas lideranças indígenas resolveram participar do Primeiro Congresso Indigenista Interamericano.
Preocupados que suas reivindicações não fossem ouvidas pelos “homens brancos” no congressos os indígenas não compareceram nos primeiros dias do evento. Durante o evento foi criado o Instituto Indigenista Interamericano, que tem como objetivo principal cuidar dos direitos dos indígenas na América. O Brasil não aderiu imediatamente ao instituto, mas após a intervenção do Marechal Rondon apresentou sua adesão e instituiu o Dia do Índio no dia 19 de abril.

Comemoração dia do Índio

No dia 19 de abril ocorrem em vários locais diversas atividades relacionadas a cultura indígena. Normalmente as escolas instruem os alunos a fazerem pesquisas ou recreações sobre o povo indígena.
Em 1.500 época em que os portugueses chegaram ao Brasil estimava-se que existiam cerca de 6 milhões de índios. De lá pra cá, com a matança, escravismo e catequização forçada, tivemos uma diminuição absurda da população indígena no Brasil.

15 abril 2010

Meteoro ilumina o céu dos EUA e é visto em quatro estados


Corpo celeste se desintegrou ao alcançar a atmosfera.
Aparentemente, objeto não causou estragos.
Do G1, em São Paulo

Um meteorito que caiu na terra deixou um rastro de luz e se desintegrou em um grande clarão no meio-oeste americano. Uma webcam instalada no telhado de uma universidade na cidade de Madison, no estado de Wisconsin, registrou o momento. A luz chegou a ser vista também nos estados de Missouri, Illinois e Iowa. Aparentemente, o corpo celeste não causou estragos. (Foto: AP)

28 março 2010

Imazon registra desmatamento de 79 km² em dezembro e janeiro


Área equivale a 49 vezes o Parque Ibirapuera, em São Paulo.
ONG calculou emissão de carbono resultante da devastação.


Do Globo Amazônia, em São Paulo

Relatório lançado nesta quarta-feira (3) pela ONG Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia), que faz um monitoramento independente do desmatamento, aponta que em dezembro de 2009 e janeiro de 2010 foram devastados 79 km² de floresta – o equivalente 49 vezes a área do Parque Ibirapuera. Foi registrada a derrubada de 16 km² em dezembro e 63 km² em janeiro.


O Imazon alerta que os dados de desmatamento nesse período podem estar subestimados, pois em dezembro de 2009 e janeiro de 2010 houve grande cobertura de nuvens, ocultando aproximadamente a 50% da Amazônia Legal. As regiões mais afetadas pela cobertura de nuvens foram Amapá, Amazonas e Pará. Além disso, parte do Maranhão que compõem a Amazônia Legal não foi analisada.

Em comparação a dezembro de 2008, quando o desmatamento somou 49 km², houve no último mês de 2009 uma queda de 68%. Por outro lado, em relação a janeiro de 2010, foram registrados 63 km² de desmatamento, o que representa aumento de 26% em relação a janeiro de 2009, quando o desmatamento atingiu 50 km².

Pela primeira vez, o Imazon fez uma estimativa das emissões de carbono provenientes do desmatamento. Segundo o instituto, no período de agosto de 2009 a janeiro de 2010, o desmatamento acumulado de 836 quilômetros quadrados, resultou no comprometimento de florestas que equivalem à emissão de 51 milhões de toneladas de dióxido de carbono (CO2) .

Esse valor representa um aumento de 41% em relação ao mesmo período do ano anterior (agosto de 2008 a janeiro de 2009). Em dezembro de 2009 e janeiro de 2010, as florestas degradadas (parcialmente destruídas) na Amazônia Legal somaram 11 km² e 51 km², respectivamente.
 

QUER VIAJAR? Lugares e dicas Template by Ipietoon Cute Blog Design